26 de nov de 2011

Playlist da Semama(2)

Oi pessoal! Espero que vocês tenham gostado da última playlist, ainda que, ninguém tenha comentado... =(
A playlist dessa semana, é tão eclética quanto a última, mas, as escolhas de hoje, são músicas que me descrevem, em vários sentidos,entendam da maneira que quiserem, e comentem. Vamos lá:




  1. Engenheiros do Hawaii - Dom Quixote (Música )
  2. Cazuza - Faz Parte do Meu Show ( Música)
  3. Kid Abelha - Nada Sei (Música)
  4. Paralamas do Sucesso - Vital e Sua Moto ( Música )
  5. Amy Macdonald - Spark (Música )
Aí está, minha playlist da semana, está sem os links do youtube, porque eu estava com preguiça de procurar. =X
Se gostou, comente aí em baixo, seu dedo nem vai cair.=P
Até a próxima! õ/

21 de nov de 2011

Ao Casmurro. Ao Assis. E, por que não? às Inquietas Sombras...

Estava distraída, sem muito o que fazer, e indubitavelmente gripada.Deitei-me, e fiquei assim por um tempo, e já quase dormia, quando vieram me à abeça as tão conhecidas palavras: "Deitarei no papel, as reminiscencias que me vierem vindo.". 
Um Casmurro, ou, talvez um Assis, tinha a receita para acabar com a monotonia: Escrever suas lembranças. Sim, pode ser que o tédio seja enganado pelas palavras, ou pode ser que ele seja substituído pela angústia e arrependimento por uma vida mal vivida.
Pode ser que as "Inquietas Sombras" de Fausto, se transfigurem em minhas, e venham me assustar, dizendo, em um suspiro quase findo: " Por que não foste, não falaste, não fizeste, não agiste, por que não viveste?"
"Tive medo!". Responderia eu, com olhos vermelhos e encharcados, por um choro à muito guardado. E tenho medo. Ainda, medo. Tenho medo, então durmo. Boa noite Assis. Boa noite Inquietas Sombras. Boa Noite Casmurro...

O Homem Que Era Dois


Estive uma vez, com um homem que era dois. Uma metade era: “Carpe Diem!”. E a outra era: “À que vim?” De início, conheci a parte Carpe Diem, e era intensa, feliz, e, insuportavelmente... “Carpe Diem”. Sempre rindo, sempre brincando, sempre colhendo do que de melhor plantava, sempre criança, sempre...
Na época em que o conheci, o manto da noite, apenas ele, era capaz de esconder qualquer ser, não havia os holofotes, era seguro, e era uma faca de dois gumes.
Eu era invisível, e o homem duplicado estava sob a trêmula luz de uma vela. E não estava ali, em sua face, agora fantasmagoria, a euforia de antes, e “vida” de antes. Estava ali, apenas um semblante triste, de quem vive na orla do fim do mundo, lugar onde ninguém desiste, mas, ninguém tenta. Estava ali, apenas um homem, com problemas e dúvidas. Problemas, que se resolveriam, e dúvidas que se casariam com respostas, umas certas, outras nem tanto. Estava ali, sob a luz da vela, um homem que era dois, um homem perfeito.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A metade “Carpe Diem” era: “Se não houver amanhã, não tem problemas, já terei vivido de tudo, hoje.

A metade “À que vim?” era: “Se não haverá amanhã, pra que ser algo, ou fazer algo?”

O Homem Que Era Dois,era perfeito, porque sua metade “Carpe Diem” dizia à outra, que era “À que vim?”, que se o amanhã não viesse, a vida teria valia, nem que fosse mínima, se você a vivesse. E a outra metade dizia à “Carpe Diem”, que se vivesse “tudo” o que quisesse viver, por medo de que o amanhã não viesse... O amanhã final viria mais rápido.

16 de nov de 2011

Playlist da Semana (1)

Oi, pessoal. õ/
Veio-me à cabeça, a ideia de fazer playlists semanais, das musiquinhas que eu gosto... 
Vocês vão gostar de pelo menos uma, porque eu escuto de TUDO. Haverá mais rock(quase todos os tipos) que qualquer outro estilo, mas, tem folk, jazz, soul, pop(sim, eu também escuto pop! =P), música erudita. Bom, vai ter de tudo, menos, funk, acho que não gosto de pagode... Ah, e os "forrós" que estão dominando o mundo, é claro... 
Aí segue a primeira Playlist, espero que vocês gostem, tem o link do youtube ou kboing, ou os dois! 

Playlist da Semana - (1)

  1. Guns n' Roses - Patience (Vídeo,Música)
  2. Beirut - Elephant Gun(Vídeo,Música)
  3. AC/DC - TNT(Música)
  4. Frank Sinatra - New York, New York(Música)
  5. Manacá - Diabo(Vídeo)


Essa foi a playlist dessa semana, até a próxima! õ/

14 de nov de 2011

Um diálogo qualquer(entre a garota e o melhor amigo) à noite..


- Você sempre chega de mansinho, de lugar nenhum...
- Oi pra você também!
- Ah, desculpe Carter, mas, às vezes você me prega um susto!
- Está bem, vou tentar ser mais barulhento da próxima vez.
- Melhor assim. Como tem passado?
- Eu, bem... Já você, aparentemente confusa...
- Como sempre!
- O que foi dessa vez?
- Parecem ser coisas diferentes, mas, é apenas uma dúvida, que se divide em mil!
- “Quem eu sou?”!
- Às vezes, eu acho que você conhece a mim, mais do que eu mesma.
- Talvez isso seja verdade... Agora mesmo, estou sentindo você arrependida.
- Arrependida?
- Sim, de algo que você nem teve a oportunidade de tentar...
- Humf...
- Quantas vezes eu tenho que dizer que você é jovem?! Você tem tempo, tempo pra perder com coisas aparentemente inúteis, mas, que te deixam, infinitamente feliz...
- Mas, eu acho tudo tão rápido, e, há certas coisas que não me garantirão um futuro brilhante, como diz minha mãe...
- Você não vive pela sua mãe, ou melhor, só pra ela. Você pode, e deve “perder tempo” com essas coisas, com suas histórias, seus livros de fantasia, seus sonhos impossíveis, que com um empurrãozinho podem se tornar muito possíveis. Você pode perder tempo estudando sobre os diversos tipos de técnicas de pintura, ao invés de aprender a fazer gráficos de funções quadráticas... Sabe por quê? Porque você tem tempo, e você sabe disso... Mas, perdoe-me pela sinceridade, você é covarde demais pra ser você... E acaba sendo outra pessoa, limitada, e bem menos interessante, exatamente o oposto do que você é de verdade...
- Carter, você deve ter algum poder psíquico, e entrar na minha cabeça, ou melhor, na minha alma, e decifrar até a mais ínfima das minhas características...
- Características nunca são ínfimas... Você, de fato, não o é. Quer alguns conselhos que parecem bobos, mas, não o são nem um pouco?
- Eu sempre quero conselhos seus, Carter!
- Não tenha medo de dizer que gosta de rock, só porque o mundo é pop. Não tenha medo de saltar de pára-quedas se alguém um dia lhe convidar para tal esporte. Não tenha medo de tentar coisas novas. Não tenha medo de perder uma aula de química, e ir aprender a tocar banjo. E acima de tudo, não se arrependa, sendo assim tão jovem... Porque você tem tempo pra fazer tudo isso que você se arrepende de não ter feito... Você não está morta, está viva, e muito viva... Você só precisa de coragem.
- Carter, você sempre sabe de tudo, não é mesmo? Seu cigano bendito, sempre me decifra até a última gota de mim! Mas, ainda assim... Minha pergunta continua sem resposta...
- Você sabe quem você é... Só tem medo de ser, medo de perder tempo, e é isso que eu tento te dizer desde que eu cheguei! Você tem tempo pra perder!
- E você? Tem mais alguns minutos pra mim?
- Infelizmente não, minha doce criança... Talvez eu apareça, quando você estiver cheia de dúvidas, mesmo tendo todas as respostas aí dentro, não na cabeça... Mas, no coração, na alma... Até lá, eu espero que você deixe o medo de lado, e finalmente se descubra... Ou, se aceite, se for o caso. Adeus.
- “Adeus.”. É uma palavra tão forte... Eu prefiro um até logo...
- Quando você não precisar mais de mim, é porque já estará com a alma feita, sem medo. E isso é bom... Eu continuo dizendo adeus, mas, se precisar... Chegarei de repente, como sempre fiz... Um pouco mais barulhento da próxima vez...
- Adeus, Carter... Ou até logo, se for o caso.
- Durma criança... Doce e sonhadora criança, e sonhe... Talvez seus sonhos se tornem reais.

29 de out de 2011

Covardia? Medo? Preguiça? O que?

    Não sou nada.

    Nunca serei nada.
    Não posso querer ser nada.

    Á parte disso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.
    [...]

    Fiz de mim o que não soube.
    E o que podia fazer de mim não o fiz.
    O dominó que vesti era errado.
    Conheceram-me logo por quem não era, e não desmenti, e perdi-me.

    Quando quis tirar a máscara.
    Estava pegada à cara.
    [...]


Tabacaria - Fernando Pessoa(Álvaro de Campos)

26 de out de 2011

Dos barulhinhos da vida!



Tic-Tac, Tic-Tac, Tic-Tac... 
Relógio chato
Sempre com pressa
Sempre com pressa!

Bum-Bum, Bum-Bum, Bum-Bum... 
Coração chato
Sempre com pressa
Sempre com pressa!